top of page
DSC03104-2.jpg

03 conselhos poderosos para quem quer pedir um aumento salarial

Atualizado: 9 de mai. de 2021

Pedir um aumento salarial, para muitas pessoas, ainda tá longe de ser uma conversa fácil, não é? Principalmente, nos dias de hoje, que tanto se fala de “trabalhar pelo propósito”, parece que quando se coloca o dinheiro na conversa vira um pecado.


Mas não deveria causar tanto mal estar este assunto, ou qualquer sentimento de culpa, afinal, a maioria das pessoas, geralmente, buscam um emprego na expectativa de ganhar um salário que os apoiem na conquista do seu propósito.

Enfim, temos que quebrar este tabu.


Mas, enquanto isso, preparei aqui 03 dicas valiosas para quem está precisando provocar uma conversa desta com o seu gestor ou gestora.

gif

l

Dica número 1: Antes de pedir, veja se realmente você merece

Não adianta pedir um aumento salarial, se a performance individual não anda boa. Aquele pensamento de que, “só faço o que é me pedido” ou, “não faço mais por que não me pagam para isso”, é pensamento de demissão e não de promoção.


Além disso, uma pesquisa rápida na internet mesmo, só para saber o que tem sido pago para cargos semelhantes ao seu, também te apoia a avaliar se realmente um aumento salarial faz ou não sentido.


Se na pesquisa, o salário apontado for menor do que você já ganha, é aí que a sua performance precisa ser mesmo um diferencial para seguir com o pedido.


Dica número 2: Sem rodeios e sem ameaças

Não vá com aquela conversa “tenho sido abordado por outras empresas no mercado”, ou aquelas introduções sem fim, que relatam desde problemas pessoais, saúde, família, cachorro, gato e papagaio, e, que ao final, terminam com um pedido indireto de aumento salarial, como por exemplo, aquelas frases clichês: “ficarei imensamente agradecido se puder rever se pode fazer algo por mim, pois confio muito em você”.


Conversa sobre aumento salarial deve ser conduzida como conversa de feedback, naquela velha fórmula do hambúrguer: comece falando do seu diferencial, recheie com a sua expectativa salarial e finalize com as suas contribuições para empresa. Simples assim.

Ah, e nada de agendar reuniões com títulos subjetivos, ou tentar emplacar essa conversa no corredor do escritório. Agende um horário, coloque na convocação da reunião um resumo, um resumo mesmo do assunto e se prepare com a técnica do hambúrguer.


Dica número 3: Arque com as consequências

Já viram aquele meme “o não eu já tenho, o resto que vier é lucro“? Traduz bem as expectativas de quem está prestes a pedir um aumento salarial.


Notícia boa, geralmente, todo mundo quer dar. Por este motivo, não ache que, caso você não receba o tão sonhado aumento salarial, seja conspiração da liderança. Saiba de algo, a maioria dos líderes gostariam de dar sim uma boa notícia para seus colaboradores.


Independentemente da resposta que você receber, o importante é você ter o compromisso de voltar com a liderança, e dizer o que muda em você após receber a resposta.


Aproveite este momento e tenha uma conversa franca e transparente com a liderança. Mais do que salário, você vai perceber que, muitas vezes, os motivos de ficar ou não em um trabalho é o quanto seu propósito se conecta com ele, o quanto as pessoas da empresa se conectam com você e o quanto te faz bem participar de tudo isso.



Gostou deste texto?

Então, me conta o que achou nos comentários e compartilhe para ajudar a espalhar essa ideia.
 

Executiva de RH | Apaixonada por gente, histórias e experiências | Escritora de artigos e rumo a publicação de livro(s)


Originalmente publicado em www.katiaregina.com

71 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page